Pizza do Rodrigo Hilbert – a melhor da vida

Sim, eu sei, eu havia dito que a massa de pizza da minha vida era aquela de iogurte grego. Ela continua sendo muito boa, mas dia desses ganhei do marido o livro Temperos de Família do Rodrigo Hilbert. Adorei o livro, mas de todas as receitas que tinham lá a única que eu tinha (quase) tudo pra fazer era a da pizza.

Fiquei até meio com medo de fazer porque já tinha a minha favorita da vida, mas gente, porque não testar uma nova ?? Testei, aprovei, comi e me lambuzei. Eu só não. Marido e Dudinha também amaram. Leva mais ingredientes, mas nada que você não possa ter em casa. Facílima de fazer e boa de comer é comigo mesmo.

Só uma coisinha: na receita do livro ele dá a medida de 400 gramas de farinha, mas eu usei pelo menos 500 gramas ou mais. Então vou deixar claro que você deve colocar 400 gramas e depois ir colocando até dar aquele ponto de desgrudar das mãos.

Por isso, aproveita que a molecada está de férias e bora fazer pizza pra encher o buchinho das crias na hora do lanche.

Pra fazer a Pizza do Rodrigo Hilbert você vai precisar de:

400 gramas de farinha de trigo (mais quanto for necessário pra dar o ponto de desgrudar das mãos. 

2 colheres de sopa de óleo 

30 gramas de fermento biológico

200 ml de água morna

1 ovo 

1 pitada generosa de sal 

pimenta do reino a gosto. 

1 xícara (café) de cachaça (opcional)

O modo de preparo é mega simples. Coloque a farinha numa tigela funda ou na mesa e faça um buraco no meio. Acrescente o óleo, o fermento, o ovo, a água, o sal e a pimenta do reino. Você pode colocar ou não a cachaça. Eu usei e achei que realmente a pizza fica mais crocante com ela. Misture bem com a ajuda de uma colher e depois coloque as mãozinhas na massa. Nesse ponto é que você vai acrescentando farinha até o ponto de desgrudar das mãos.

Feito isso separe a massa em duas partes e deixe crescer por 30 minutos.

SAMSUNG CSC

Passado o tempo, em uma superficie enfarinhada abra a massa em formato redondo (tô praticando, mas tá quase…) e leve para assar por 10 minutos. Como só tenho 1 forma grande de pizza decidi fazer com a outra parte da massa em formato menos. rendeu 9 mini pizzas e uma broto.

Pra fazer as de tamanho mini eu abri a massa bem fina e cortei com aqueles cortadores redondos, sacam??

Depois de sair do forno você pode montar sua pizza ou esperar esfriar e congelar a massa. Eu fiz uma e congelei as outras. Optei por fazer de calabresa, nossa favorita. Fiz assim: depois que deu os 10 minutos de forno, retirei a massa, cobri com molho pronto, mussarela, calabresa fatiada bem fininha e bastante cebola e óregano. Ficou maravilhosa. Vou fazer mais pra congelar e garantir as férias da Dudinha que começaram hoje rs.

Omelete na baguete

Oi, gente. Ando sumida aqui do blog, heim ?? Mas quem me acompanha pelo instagram (segue lá @donadecasaposgraduada ) sabe tudinho do meu dia a dia louco, atribulado e feliz hehehe. No instagram fica mais fácil partilhar com vocês dicas rápidas, receitinhas simples e outras coisinhas.

Mas, ó, não vou largar esse nosso espacinho aqui. Isso nunca. Acontece que agora com Pedro Henrique engatinhando está difícil tirar um tempinho e, ao contrário do que muitos tempos, alimentar um blog dá um certo trabalho. Quero tentar postar ao menos uma vez por semana. Torçam pra que eu consiga rs.

A receitinha que eu trago hoje é perfeita pra fazer no café da manhã ou pra quem prefere lanchar do que jantar. Eu ví na Ana Maria (ando bem assídua da tia Ana, né ??), fiz e como aprovei decidi compartilhar com vocês.

Para fazer a omelete na baguete você vai precisar de :

3 ovos

2 colheres de sopa de creme de leite de caixinha

50 gramas de presunto picadinho

50 gramas de mussarela ralada

sal e pimenta a gosto

3 minis baguetes (usei 2 baguetes de pão semi italiano, são um pouco maiores que as mini baguetes que vendem nas padarias.) 

O preparo é bem fácil. Pegue todos os ingredientes (exceto as baguetes) e misture bem. Reserve.

Agora pegue as baguetes e tira a parte de cima delas como se fosse fazer um barquinho com elas. Tire boa parte do miolo. Fica assim:

Agora, com cuidado, despeje a mistura de ovos dentro do pão e leve para assar em forno pré aquecido a 180 graus.

No meu forno que anda meio desregulado levou meia hora pra ficar pronto. Mas é só ver quando o recheio ficar firme, como omelete mesmo é porque está pronto.

SAMSUNG CSC

Você pode servir inteira ou cortar em fatias. Eu optei por cortar em fatias porque fiz só uma pra testar e ver se o povo aqui aprovava. Passou no teste com louvor e sempre que dá eu faço. Até Duda que é chata pra comer gostou.

Espero que tenham gostado !! Um beijo e obrigada pela paciência com essa blogueira atarefada.

Cheesecake Romeu e Julieta

Oi, gente. Tudo bem com vocês ?? Por aqui tudo na correria de sempre. Gostaria muito de postar diariamente, mas vejam, enquanto escrevo esse texto embalo o carrinho do PH com os pés e escuto Duda cantar pela enésima vez a música da boneca de lata. Escuto apenas, não. Tenho que parar de escrever pra assistir a performance da minha pequena. Isso tudo sem parar de mexer a perninha ou Pedro Henrique vai abrir o bocão. Fácil pra caramba, só que não mesmo.

Fora isso, semana passada, minha dog, que é cardiopata, entrou em crise e tive que levá-la diariamente ao pet até ela começar a reagir ao tratamento. Ainda não está 100%, mas está quase. Mas pra quem gosta do blog e quer estar mais pertinho eu criei o instagram @donadecasaposgraduada . Sigam lá e assim ficamos mais próximos.

Por ter tanta solicitação aqui em casa, cada mais vez procuro fazer receitinhas práticas e rápidas, já que pra ficar muito tempo na cozinha eu teria que ter alguém me dando uma mão aqui em casa e isso eu não tenho mesmo.

Mesmo assim, ultimo dia das mães eu decidi que faria uma sobremesa bem gostosa pra mim e pra minha mãe. Como eu amo cheesecake e e minha mãe (eu também) é louca por goiabada escolhi uma receita bem fácil e incrivelmente gostosa.

Se joga nessa comigo que você vai amar.

Pra preparar a Cheesecake Romeu e Julieta você vai precisar de:

Massa

1 pacote de biscoito de maisena

100 gramas de manteiga

Recheio

3 ovos

1 lata de leite condensado

2 potes de cream cheese

Cobertura

300 gramas de goiabada picadinha

meia xícara de água

meia xícara de vinho tinto seco

Pra preparar comece pela massa. Triture bem os biscoitos até virar uma farinha e misture ele com a manteiga até formar uma farofa úmida.

Pegue essa massinha e forre uma forma de fundo falso de 25 cm com essa massa. Reserve.

No liquidificador bata todos os ingredientes do recheio. Despeje por cima da massa reservada e leve ao forno por mais ou menos meia hora ou até o centro ficar coradinho.

SAMSUNG CSC

Retire do forno, desenforme e reserve.

Em uma panelinha coloque a goiabada picadinha, meia xícara de água e meia xícara de vinho. Mexa em fogo médio até ficar um líquido bem viscoso. Despeje essa goiabada cremosa por cima e leve para gelar.

SAMSUNG CSC

SAMSUNG CSC

Ficou simplesmente divina. E o melhor, comecei a fazer as 11 da manhã e servi as duas da tarde. Já estava ótima, no ponto pra comer mesmo. Gostosa e prática pra fazer. Achei tão boa essa receita porque você pode usar quando vai receber alguma visita inesperada ou tem que levar um docinho gostoso pra alguém que precisa de um carinho na alma.

Não tirei foto dela cortada por motivos de: não deu tempo. Foi devorada em minutos. Assim que eu gosto. Quando não sobra nadinha. Sinal que foi aprovada pela família toda.

Macarrão de calabresa em uma panela só

Bom dia, gente !!! Sexta-feira chegando, fim de semana batendo na porta e todo mundo já se programando o que fazer pra curtir, né ??

Como os tempos estão bicudos, sair pra comer fora aqui em casa tem sido artigo de luxo. Uma vez ou outra ainda dá. Então quando não dá pra sair eu sempre pesquiso pratos bem rapidinhos pra gente comer uma coisinha gostosa e ainda ter tempo pra curtir a família.

Pensando nisso, quando ví a receita desse macarrão no Panelaterapia eu me cocei pra fazer e ver se dava realmente certo.

Não só deu certo, como ficou pronto em meia hora e é de-li-ci-o-so. Huuummm.

Quer ter mais tempo no fim de semana, faz ele. Chegou da praia ou algum passeio e está morrendo de fome ?? Faz ele. São poucos ingredientes pra muito sabor.

A quantidade que eu fiz dá pra duas pessoas que comem razoavelmente bem, mas pra fazer mais é só ir dobrando a receita e o tamanho da panela, ok?.

Para fazer o Macarrão de Calabresa de uma panela só você vai precisar de:

4 xícaras de macarrão parafuso

1 pacote daquela linguiça fininha cortada em rodelas

1 cebola picadinha

1 lata de tomate pelado

sal, cheiro verde e pimenta do reino a gosto.

Coloque um pouco de azeite na panela e refogue a linguiça com a cebola. Depois de refogadinho acrescente a lata de tomates pelados, o macarrão, acrescente água até cobrir o macarrão (o macarrão não precisa nadar na água, mas tem que cobrir). Tempere com sal e pimenta do reino, tampe a panela e deixe cozinhar.

aqui dá pra ter uma noção da quantidade de água.

Não abandone a panela fechada, vá abrindo de vez em quando e mexendo. O molho vai ficando incrivelmente encorpado a medida que o macarrão cozinha. Em menos de 15 minutos está pronta uma massa deliciosa. Aí é só acrescentar o cheiro verde, testar o sal e servir.

Quer algo mais prático do que isso ??

SAMSUNG CSC

SAMSUNG CSC

A “cara” dele não fica assim tão linda, mas eu garanto pra vocês que fica incrivelmente saboroso. Eu creio que dê pra fazer também com carne moída no lugar da calabresa. Só tem que fritar bem a carne antes porque o cozimento do macarrão é rápido e eu gosto da carne bem cozidinha.

Se você quer praticidade ou está com pouco tempo essa é a sua receita pra um almoço delicioso.

Espero que façam e gostem!! Ótimo fim de semana !!

Cachorro quente de forno

Quando alguém me pergunta qual meu sanduíche favorito eu fico muito em dúvida entre hambúrguer e cachorro quente. Na verdade gosto dos dois igual.

Meu marido faz hamburgueres incríveis e eu adoro inventar moda quando o assunto é hot dog. Quando bate a preguiça e a vontade de comer um cachorro quente é grande eu peço o dog gratinado do Senhor Sanduiche, uma lanchonete delícia aqui de Santos. Ele é muito bom e eu tentei reproduzí-lo aqui em casa. Deu tão certo que acho que nunca mais vou usar o delivery.

E como eu gosto de dividir essas delícias com vocês, bora pegar essa receitinha pro lanche aí na sua casa ?

Pra quatro sanduiches você vai precisar de:

8 salsichas cozidas

4 pães de hot dog

purê de batata feito com 4 batatas médias

molho de tomate a gosto

maionese a gosto

requeijão ou catupiry a gosto

mussarela ralada a gosto

Comece cortando os pães ao meio e acomodando um por um em uma forma. Passe maionese e reserve.

Corte as salsichas ao meio no sentido vertical e coloque duas em cada pão (4 fatias). Eu fui “recortando”as salsichas pra que todos os espacinhos do pão tivessem salsichas.

SAMSUNG CSC SAMSUNG CSC

Em seguida eu cobri as salsichas com um pouco de requeijão e salpiquei musarrela ralada. pode ser mussarela em fatias também. Ah, acredito que com catupiry no lugar do requeijão também fique delicioso. Da próxima farei assim.

SAMSUNG CSC

Eu já estava salivando litros nessa hora, mas ainda tem uma última etapa. Espalhe bem o pure de batata por cima dos hot dogs. Tem que criar uma camada não muito espessa, mas que esconda as salsichas. Por cima do pure, polvilhe queijo ralado a gosto. Usei o ralado na hora, mas o de saquinho dá a mesma alegria ao hot dog.

SAMSUNG CSC

Tudo pronto agora é só levar ao forno pra derreter os queijos. Como meu forno tem grill eu usei direto a função gratinar e ficou show de bola.

SAMSUNG CSC SAMSUNG CSC

Tem que comer de garfo e faca. Fui molhando os pedacinhos no catchup e na mostarda. Difícil voltar ao peso anterior a gestação comendo isso, né ?? Mas, gente, quem pensa em dieta quando vê uma delícia dessa na frente ??

Se você gosta de hot dog não deixe de fazer e vir aqui deixar sua opinião, ok ??

Batom Vult cor #14

Eu amo batons e isso não é novidade pra ninguém. No dia que não consigo fazer uma make básica pra sair de casa, pelo menos um batom eu passo. Tem dias que é babado, confusão e gritaria e realmente não quero ou não estou com paciência pra me maquiar. Porém, um batom tem que ter. Dá uma animada no astral e um up no visual.

Mesmo com a chegada do outono, dia desses decidi usar uma tonalidade de cor que me remete a primavera/verão: o coral. Escolhi esse da Vult pra usar que apesar de não ser o melhor batom do mundo tem excelente custo X benefício. Pensando nisso decidir vir aqui mostrar pra vocês esta cor linda

Vamos ao que diz o fabricante ??

Suas cores ple­nas fixam e pro­movem cober­tura per­feita aos lábios. A ampla cartela de opções está conec­tada com as últi­mas tendên­cias e per­mitem uma infinidade de resul­ta­dos à maquiagem. Tex­turas sub­di­vi­di­das entre cre­mosas e cintilantes.

A cartela de cores é mesmo incrível. E tem novidade. A embalagem feia e sem graça das fotos desse post mudou e está bem linda!!! A imagem abaixo eu peguei no site do Vult e já ví ao vivo. É bem linda. Acho que a mulherada vai curtir.

Captura de Tela 2014-09-25 às 17.39.58

 

Legal, né?? Agora falando da cor 14, ela é coral bem lindo, aceso na medida certa e que combina com todo tipo de pele. Talvez as mais branquinhas não curtam, mas eu acho uma cor bem universal. Acho do tipo que levanta o astral. E como tem dias que em meio as panelas, roupas e choro de criança eu preciso de um up, esse batonzinho me ajuda bastante.

batomvult14

Como eu disse lá no início do post ele não é o melhor batom do mundo. Pra entregar a cor é preciso umas 3 camadinhas e como a maioria dos batons cremosos se você comer/beber vai ter que retocar. O preço amigo é o melhor desse batom: em média 8 pilas. Isso mesmo, por apenas R$ 8,00 você consegue um batom com uma cor incrível. O que eu mais gosto nesses batons baratinhos é que podemos satisfazer nossa vontade de ter as cores da moda sem gastar muito.

batomvult14.1

Ah, eu já mostrei aqui e aqui outras cores de batons da Vult. Vale o clic !

Quiche da Namaria

Se tem uma coisa que eu sempre tive vontade de fazer, mas achava que era super difícil, era a tal da quiche. Um prato francês bem famoso por aqui e que, claro, tratamos de abrasileirar e deixar com a cara do nosso país. Dia desses a Ana Maria Braga fez uma no programa dela e eu fiquei babando. Munida de coragem e vendo o quanto a receita era fácil de fazer, decidi por a mão na massa. O resultado foi uma quiche deliciosa e eu já estou aqui escrevendo esse texto e pensando em diferentes recheios. Vale lembrar que essa receita não é a da quiche tradicional. Ela é mais leve e menos gordurosa (acho eu) já que substitui o creme de leite pelo requeijão. Se você nunca fez se joga nessa receita!! Te garanto que você vai se surpreender com o resultado. Bora ver se tem todos os ingredientes ai na sua geladeira ??

Ingredientes 

Massa 1 xícara de chá de farinha de trigo

4 colheres de sopa de azeite

meia xícara de chá de requeijão

meia colher (chá) de fermento em pó

sal a gosto

Ingredientes

150 gramas de peito de peru picadinho

150 gramas de muçarela ralada 

2 gemas

1 xícara de chá de requeijão

sal, pimenta-do-reino e cheiro verde picadinho a gosto

2 claras batidas em neve

queijo parmesão ralado a gosto

O preparo, eu te garanto, é fácil e bem rapidinho. Comecei pela massa. Em uma tigela coloque o trigo, o azeite, o requeijão, o fermento e o sal. Misture até obter uma massa. Ela fica meio oleosa e desgruda fácil das mãos. SAMSUNG CSC Feito isso, pegue um rolo e abra a massa entre dois sacos plásticos. SAMSUNG CSC Assim que estiver aberta transfira pra uma forma de fundo falso. Forre o fundo e as laterais. A receita pedia uma for ma de 25×3. A minha era de 21×3. Deu certo, mas acho que se for menor não dá.

SAMSUNG CSC SAMSUNG CSC Leve para assar por 15 minutos em forno preaquecido a 180 graus. Assim que der o tempo, tire do forno e reserve. Vamos começar o preparo do recheio que é uma barbada. Coloque numa tigela o peito de peru, a muçarela ralada, as gemas, o requeijão e os temperos. Misture bem, Assim que estiver tudo bem misturadinho incorpore levemente as claras batidas em neve. É isso que vai dar aquela leveza ao recheio da quiche. SAMSUNG CSC SAMSUNG CSC Despeje o recheio na massa, salpique queijo ralado a gosto (eu gosto bastante, então pus um montão) e leve ao forno 180 graus por 40 minutos. SAMSUNG CSC Ela vai ficar bem coradinha, se o seu forno tiver grill vale a pena deixar na função gratinar por 10 minutinhos só pra dar aquela cor bonita. Eu, apesar de ter o bendito grill, não deixei porque com duas crianças exigindo atenção o risco de esquecer e queimar em vez de gratinar era enooorme. Assim que sair do forno é só desenformar e servir!!! SAMSUNG CSC SAMSUNG CSC SAMSUNG CSC SAMSUNG CSC Aqui em casa a quiche foi sucesso. Duda que não é muito boa de garfo comeu um pedação. Marido e eu comemos ela como jantar acompanhada de uma saladinha verde. Ficou boa demais. Já estou aqui imaginando recheios diferente como calabresa com bacon (super light, só que não mesmo rs). Quando eu fizer venho aqui mostrar pra vocês.

Como economizar comprando frutas e legumes.

Se tem uma coisa que eu adoro aqui em Santos são as feiras livres. Bem pertinho da minha casa tenho duas, uma as quartas e outra as quintas feiras. As duas são ótimas, mas a de quinta é maior e tem grande variedade. O lado bom é que você acha de tudo que imaginar. E o pastelzinho depois que você acaba de fazer a feira é uma delícia a parte. Duda ama ir a feira, ela prova as frutas que os feirantes oferece e volta pra casa mega lambuzada. É osso ter que limpar, mas vale a pena ver a alegria. Porém, como tudo na vida, tem o lado ruim. Os preços praticados nas feiras são altos e não é tudo que dá pra comprar. Pra economizar minha dica é pesquisar as frutas da estação. Além disso, quanto mais tarde vamos à feira, mais baratos os produtos ficam. É a famosa Hora da Xepa. Não pensem que só tem o resto, garimpando você compra frutas e verduras de bastante qualidade. Aqui em Santos tambem é comum os legumes serem vendidos em pacotinhos por 1 real. Eu compro assim os que acho que vale a pena como cenoura, abobrinha, pimentão. Mandioquinha nem sempre é uma boa, porque eles colocam nesses saquinhos as menores e as vezes muito passadas, daí prefiro comprar por quilo mesmo, já que aqui em casa consumimos em pouca quantidade. Agora, pra economizar mesmo, o ideal são as feirinhas dos supermercados. Aqui em Santos, costumo ir na do Extra, sempre as quartas. Não é tudo que dá pra comprar, mas por exemplo, batata, tomate, cebola e alho, sempre estão com preços ótimos e a qualidade é boa. Frutas que costumam ser caras na feira, como o kiwi, compro no mercado, assim como a uva sem caroço. O que eu tenho feito é me antenar aos comerciais de tv do extra e do carrefour na terça a noite. Assim já vou na feira sabendo do que tem em oferta nas feirinhas dos mercados, comparo os preços e só compro na feira o que eu acho que vale a pena. Tenho usado essa estratégia e o resultado é uma economia semanal de pelo menos 15 reais. Pode não parecer muito, mas em um mês dá 60 reais e no ano já são 720 reais. Acho uma boa quantia, não é mesmo ?? São essas pequenas economias que fazem diferença no orçamento e quando a gente não trabalha fora tem que colaborar como pode e eu ajudo muito em casa dessa forma. E não pensem que é simples, não. Nesses dias de feirinha dos mercados é preciso uma boa dose de paciência, já que todo mundo que quer economizar faz o mesmo que você e as filas são bem grandes. Idosos e pessoas com crianças de colo (obrigada, PH), se dão bem nos caixas prioritários. Eu acho que vale a pena e economizar tem sido palavra de ordem, assim como evitar o desperdício, por isso tente calcular mais ou menos o quanto gasta por semana, já que frutas e legumes são bastante perecíveis. De nada adianta você economizar e acabar jogando fora. Ah, para quem é de São Paulo, achei esse blog que mostra as ofertas dos principais supermercados. Acho que vale o clique antes de ir as compras. Outro site bacana, esse pra quem é daqui de Santos, é o PagPouco.com . Ele compara preços entre os principais supers de Santos. Eu costumo comprar o “grosso” no Assaí, mas por exemplo, Omo Líquido que gosto e é caro, fico entrando nesse site até achar o menor valor e ai vou lá e compro.Acho muito bacana e quem quiser saber mais sobre ele é só clicar aqui pra ver a matéria completa que as meninas do Juicy fizeram sobre ele. Captura de Tela 2014-09-17 às 10.41.26 Se você tem alguma dica que pode ajudar a gente a economizar comprando frutas e lugumes, por favor, poste nos comentários. Em tempos bicudos como os que temos vividos, toda boa ideia é de grande ajuda.

A história atrás da mamadeira – um relato sobre amamentação

Que atire o primeiro bico quem nunca antes (ou depois) de ter filho não olhou com cara de poucos amigos pra uma mãe empunhando uma mamadeira pro seu pequeno recém nascido. Quando engravidei da Duda eu não entendia MESMO porque uma mãe ia trocar todos os comprovados milhares de benefícios do leite materno por uma mamadeira de leite artificial. Quem diabos faria isso com seu inocente e faminto bebezinho ??

Eu pensava que era fácil amamentar. Aliás, eu achava que era uma continuação da gestação. Simples assim: se eu posso engravidar, dar a luz a essa gracinha, eu posso sim dar de mamar ao meu bebê.

Quando a Duda nasceu, logo na maternidade, meus problemas com a amamentação começaram. Meu peito rachou, ela foi pra casa, não engordava. O peito rachou mais, era um martírio dar de mamar pra minha filha e eu achava que não ia aguentar. Mas fui ao banco de leite, recebi orientações, chorei quando ví que ela não engordava e acabei entrando com complemento de leite artificial e aos dois meses e meio Duda não pegava mais o peito.

Eu me senti, com o perdão da palavra, uma bosta de mãe. Porque vejam, quando eu saia com a minha bebê e sacava a mamadeirinha eu recebia olhares críticos cortantes. As pessoas julgavam não só pelas minhas costas, mas na minha frente também. Só que apenas eu sabia o quanto esse assunto me magoava por dentro. Mas as pessoas não estão nem ai pra isso. É fácil dizer, você tinha que ter insistido, você foi fraca. Sua filha vai ter mil doenças por não ter tomado leite materno.As mulheres depois que viram mães entram numa competição velada de quem sabe mais e com isso acabam magoando e machucando outras mães com suas verdades absolutas.

Ela cresceu, eu fui enfrentando outras fases da maternidade e esse assunto foi sendo deixado para trás, mas nunca superado. Cada vez que eu via uma amiga amamentando eu pensava como era gostoso e como eu queria ter tido aquele momento pra mim.

Por isso quando engravidei do PH eu pensei: dessa vez vai ser diferente. O bico do meu peito pode cair que eu vou continuar amamentando. Dessa vez vai dar.

Eu me muni de tudo que eu lia e dizia que iria me ajudar: creme, conchas e principalmente o que julgo mais importante: informação. No dia primeiro de dezembro de 2015, Pedro Henrique nasceu com 50 cm e 3.370 quilos de pura gostosura.

Assim que foi pro quarto ele mamou e eu me enchi de esperança. Ele tinha a pega correta, eu tinha colostro e tudo parecia que ia dar certo.

No tempo em que ficamos no hospital, PH mamava a cada uma ou duas horas, normal para um recém nascido. Eu estava tão feliz que decidi ignorar o que o pediatra do hospital me disse. Antes da alta ele me alertou que a forma como as minhas próteses de silicone foram colocadas há 16 anos, podia interferir na produção de leite, portanto, talvez eu tivesse que complementar.

Na primeira consulta com a pediatra, Pedro Henrique havia perdido peso, o que é perfeitamente normal. Acontece que ele não fazia coco e nem muito xixi. Aliás, não fazia quase nada de xixi, mas dormia muito bem e chorava pouco, sendo assim, decidimos esperar pra pesá-lo novamente.

Quando meu bebê finalmente fez coco, após 10 dias sem fazer nadica de nada, o que eu achava que era normal se transformou em pesadelo. Ele não fazia mais nada além de chorar e mamar. E mesmo mamando a cada meia hora, o que se via era um bebê muito magro, pele e osso mesmo.

Conversei com a pediatra pelo telefone e ela achou melhor antecipar a pesagem. Levamos um susto ao ver que meu bebê de 19 dias que havia saído da maternidade com 3.300 quilos estava com 2.600 quilos.

A pediatra muito consciente decidiu entrar com a complementação com leite artificial, porém me orientou a dar esse leite junto com o leite materno, através de uma sonda colada com esparadrapo junto ao peito. O nome correto desse procedimento é relactação. Ele é usado tradicionalmente para mulheres que desejam voltar a amamentar e estimular a produção de leite. Paralelo a isso, comecei a tomar medicação para aumentar a produção, mas nada fazia o peito encher de leite.

Tirando com bombinha ví que eu produzia, nas duas mamas, tomando medicação e muita água, apenas 30 ml. Mesmo assim insisti o quanto pude em dar o leite via sonda. Não queria que ele deixasse de mamar no peito.

Porém, conforme foi engordando e ficando mais espertinho, PH sugava a ponta da sonda com força e acabava se engasgando. Com muita dor no coração passei a oferecer o peito sem a sonda e o complemento numa mamadeira.

Não demorou muito tempo e ele começou a relutar a mamar no peito e queria direto a mamadeira. Eu insisti bastante, mas dessa vez, quando ví que ele mesmo não queria mais eu decidi que já era hora de eu deixar esse capítulo pra traz. Comecei a dar a mamadeira sem culpa e, diferente de como foi com a Duda, eu não sofri.

Eu fiz de tudo que uma mulher pode fazer para amamentar. Não teve bico rachado, não teve falta de força de vontade, o que não tinha era leite. E se não tinha eu fui na farmácia, comprei e dei. Dei com todo meu amor, com todo meu carinho e com tudo que tenho a oferecer de bom a ele.

Dessa vez, não tenho vergonha em sacar a minha mamadeira em público e oferecer ao meu filho. Não me importo com os olhares cortantes de algumas mães que põe seu peito pra fora e começam a amamentar seu filho na minha frente como quem diz: olha, isso aqui é o certo. Eu não tenho leite suficiente, infelizmente, pra mim, e felizmente pra você e seu bebê, você tem. Você deveria me apoiar, me dar uma abraço, ser minha colega de jornada. Eu não vivo em uma competição pra ver quem é a melhor mãe. Eu apenas sou a melhor mãe que eu posso ser.

Algumas pessoas vão dizer que fui mal orientada, que tem que insistir. Para essas pessoas eu digo: se com vocês foi assim, que ótimo. Comigo foi diferente, tenho uma pediatra maravilhosa, em quem confio, que me ajudou muito nesse processo de aceitar que não é fraqueza minha não amamentar. A minha mamadeira não faz de mim menos mãe que você.

Meu Pedro Henrique é lindo saudável, gordinho e um amor de bebê. O meu amor por ele não será transmitido apenas pelo ato de amamentar, existem mil formas de criar vínculos e demonstrar amor pelo seu filhote. Amamentar é só uma delas. A forma de alimentação dele não me causa mais sofrimento e eu não me sinto infeliz com isso. E, ao contrário do que muitas mães possam pensar, sempre que alguém do meu convívio está grávida, eu incentivo muito o aleitamento materno. É, sem dúvida, a melhor maneira de alimentar o seu filho. Mas,me faça um favor, quando você pensar em julgar alguém com uma mamadeirinha na mão pense que essa pessoa pode estar precisando mais de um sorriso seu do que você imagina.

amamentação

Eu Voltei !!!!

Oi, gente linda que lê meu blog e que estava se sentindo abandonada pela pessoa que vos escreve. Eu voltei !!! Sim, depois de um longo tempo longe do meu querido blog decidi que já era hora de voltar a escrever pra vocês.
Muita aconteceu desde a minha última postagem em setembro do ano passado.
Pedro Henrique nasceu, gente !! Sim, no dia primeiro de dezembro, fui pra maternidade pois já estava na hora dele chegar e com 40 semanas de gestação, meu PH nasceu, com 50 cm e 3,370 quilos.

SAMSUNG CSC
Foi tão emocionante quanto o nascimento da minha primeira filha. Tive tanto medo de não amar meu pitoco tanto quanto minha Duduca, mas que nada, o amor multiplica e transborda.
Vou falar bastante aqui sobre essa deliciosa loucura que é ser mãe de dois.
Mas hoje quero me desculpar pela ausência e dizer que por conta do trabalho dobrado aqui em casa talvez não consiga postar diariamente, mas quero dar o ar da graça ao menos duas ou três vezes por semana, combinado?
Tenho taaanto pra contar, principalmente sobre a luta que foi amamentar Pedro Henrique e como dessa vez, apesar de não ter conseguido, me sai bem melhor do que na primeira. (será que na terceira vai??)
Espero que tenham paciência comigo e continuemos dividindo nossas experiências de vida nesse cantinho aqui.
Muito obrigada e até já.